Associação dos Filhos e Amigos de Gouveia
Atas de 2011











EXTRATO DA ATA DA ASSEMBLÉIA GERAL ORDINÁRIA DO DIA 03 DE FEVEREIRO DE 2011.

O Vice-Presidente Raimundo Nonato de Miranda Chaves primeiro pondera que o cargo de presidente é honroso, mas de muita responsabilidade. Vai fazer setenta e oito anos e não vê como romper o atual estado de inércia dos associados, preferindo desagradar agora para não decepcionar mais tarde.
Segundo, que está no momento de se avaliar a Afago como instituição e terceiro, que a Afago poderá vir a ter problema com a sede, vindo a pagar um aluguel pela sala diante de dificuldades que o Presidente poderá estar enfrentando com seu tratamento de saúde.
O Conselheiro Manoel Miranda afirma que, por lei, a Afago deverá ter sede. Ficou decidido que o Professor Raimundo conversará com Dona Elena sobre alugar ou não a sala. Abrindo a discussão sobre a chapa, perguntou em seguida quem se interessava ser presidente. O Tesoureiro Adilson do Nascimento, alegando falta de rumo da Afago, e diminuição do grupo, põe o cargo atual à disposição. Afirma que sua idéia é de uma sucessão natural em que o vice assuma o cargo, o que coincidiu com opinião geral. Após ponderação de todos, e compromisso de apoio, o Prof. Raimundo Nonato de Miranda Chaves aceitou a indicação para concorrer ao cargo de presidente. Para vice, foi indicado Haroldo Antônio Ribas. Secretário: Guido de Oliveira Araujo. Tesoureiro: Adilson do Nascimento. Diretor Social e Cultural: Geraldo Augusto Silva. Diretor de Comunicação: José Moreira de Souza. Diretor Jurídico: Manoel Luiz F. de Miranda. Para o Conselho Fiscal Efetivo: Cleuber Alves Monteiro, Milton M. Ferreira de Miranda e Geraldo da Conceição Miranda. Suplente: Geraldo Fabiano Chaves. Geraldo Augusto pondera que a Afago tem muito prestigio em Gouveia, citando exemplo do Curso que lá foi ministrado e de comentários sobre a entrega do prêmio Afago. José Moreira afirmou que o fundo para o prêmio Afago deste ano já está assegurado. O Tesoureiro Adilson Nascimento sugere rever os projetos, escolher um ou dois e todos executá-lo, agindo a Diretoria como uma equipe. Em seguida passou-se a discutir a reforma do Estatuto, passando a palavra para os Conselheiros Milton e Manoel Miranda, que expuseram o estudo que fizeram. Após a discussão, as modificações foram aprovadas por unanimidade. Em resumo, foram eliminados alguns cargos, diretorias e suplências por não terem funcionado na prática e modificados alguns prazos de duração. Os Conselheiros Milton e Manoel Miranda ficaram de apresentar o estatuto digitado com as modificações para a aprovação na Assembléia Geral, a ser convocada para as 17 horas, do dia 26 de março de 2011, e realizada no Pizza Bar, Belo Horizonte, quando também será eleita a nova Diretoria.