Reuniões da Assembléia Geral e Confraternização da Afago - Março/2011

    

Retornar

Comentários de
Raimundo Nonato de Miranda Chaves

A Afago reuniu, no dia 27 de março, a Assembléia Geral para reforma do estatuto, para apresentação do relatório de atividades, prestação de contas, eleição e posse do conselho de administração e do conselho fiscal. A reunião se deu nos salões do restaurante PizzabaR, na Floresta, onde os associados fizeram, também, a confraternização acompanhados pelos familiares e convidados. Em ambiente agradável e descontraído deixando associados e convidados bem à vontade. Os painéis de fotografias, colocados no final desta página, mostram o que ocorreu durante a reunião. O ponto triste foi a ausência de doutor Waldir de Almeida Ribas que, pela primeira vez, desde a fundação da Afago, deixou de comparecer à reunião de congraçamento da entidade. Doutor Waldir se encontra doente e sem condições físicas de continuar dirigindo a Afago. Então, o vice-presidente, Raimundo Nonato de Miranda Chaves, na condição de substituto legal, assumiu a presidência da Assembléia. Assim, às 16:30 horas, verificado a existência de quorum, o presidente declarou aberta a reunião extraordinária para reforma do estatuto, justificou a necessidade de reforma do estatuto e convidou ao associado Manoel Luiz Ferreira de Miranda para apresentar e discutir detalhes. A reforma já havia sido discutida pelo conselho de administração e o conselho fiscal, em reunião conjunta, e aprovada por unanimidade. Isto facilitou a decisão da Assembléia. Cópia do estatuto reformado pode ser vista neste sitio, na página própria.

Resumo das alterações:
  1. Objetivos da Afago, artigo 1, agora mais incisivo diz: objetivo maior é promover a integração da comunidade gouveiana da RMBH fortalecendo os laços de união com Gouveia e propugnar pelo desenvolvimento do município.
  2. O número de componentes dos dois conselhos foi reduzido de 20 para 11.
  3. eliminação do conselho consultivo;
  4. eliminação da exigência de regimento interno
  5. criação da figura de presidente de honra para dr. Waldir de Almeida Ribas.
Aprovado a reforma do estatuto o presidente, agradeceu a colaboração de Manoel Luiz, nomeou comissão para assinar a ata representando a assembléia e encerrou a reunião.
O presidente declarou, em seguida, aberta a reunião ordinária para apresentação do relatório de atividades, prestação de contas, eleição e posse do conselho de administração e do conselho fiscal. Convidou, então, ao secretário Guido de Oliveira Araújo para apresentar e discutir o relatório de atividades que está neste sitio. Terminada a apresentação o presidente agradeceu a participação de Guido e convidou o tesoureiro Adilson do Nascimento para apresentar as contas do período. Os balanços, com parecer do conselho fiscal estão disponíveis neste sitio.
O presidente, agradeceu a participação de Adilson e convida o associado Milton Ferreira de Miranda para apresentar os candidatos da única chapa inscrita. Milton apresenta os nomes inscritos e os respectivos cargos, convidando cada uma a tomar lugar à frente da Assembléia. Terminada a apresentação Milton propõe que se faça a votação por aclamação uma vez que apenas uma chapa foi inscrita e, neste caso, o estatuto permite a alternativa. A assembléia aceita a proposta e aclama os componentes da chapa apresentada. O presidente, interpreta o desejo da assembléia e declara eleitos e empossados, nos respectivos cargos, os associados da relação a seguir. Raimundo Nonato faz, neste instante, o primeiro pronunciamento . como presidente da Afago agradecendo, em seu nome e em nome dos dirigentes eleitos, a confiança da assembléia. Compara as benesses com as responsabilidades do cargo que ocupa, a partir deste instante. Ao falar das responsabilidades ele se concentra no dever de cumprir e fazer cumprir o estatuto. O estatuto determina, no primeiro artigo, Promover a integração da comunidade gouveiana da RMBH o que tem sido problema enfrentado pelas administrações anteriores, com resultado pouco expressivo.. O presidente continua sua fala, ainda, no que determina o mesmo artigo primeiro: Intensificar o relacionamento com Gouveia propugnar pelo desenvolvimento do município. Registra a migração de gouveianos, como um dos problemas a ser discutido e salienta que problemas de Gouveia têm que ser encarados e resolvidos por gouveianos, e nós não nos arvoramos em filhos de Gouveia, então temos tanta responsabilidade como os que não emigraram e lá ainda residem. Conclui que a Afago enquanto entidade organizada tem que ir ao encontro das entidades congêneres de Gouveia, tem que se juntar à entidades patronais, à entidades operarias, à liderança intelectual e outras entidades da sociedade civil, em parceria com o poder público identificar e procurar soluções para os problemas do município.

Terminado o discurso o presidente pede anuência da Assembléia para introduzir assunto extra pauta. Trata-se no caso de se prestar homenagem a Dr. Waldir. Marcando sua saída da direção da Afago e a elevação à posição de Presidente de Honra da entidade. Convida, então, a José Moreira de Souza para apresentar a forma da homenagem. José Moreira mostra uma placa de prata, com os seguintes dizeres:

"AO PRESIDENTE DE HONRA" "DOUTOR WALDIR DE ALMEIDA RIBAS. HOMENAGEM DA ASSOCIAÇÃO DOS FILHOS E AMIGOS DA GOUVEIA - AFAGO - PELA SUA BRILHANTE ATUAÇÃO COMO CRIADOR. FUNDADOR E PRESIDENTE DESTA ENTIDADE.". BELO HORIZONTE, 27 DE MARÇO DE 2011.

O presidente forma comissão para conduzir a placa à residência de doutor Waldir. Esclarecendo que deseja formar comissão de três senhoras como homenagem ao corpo feminino da Afago, neste mês dedicado às mulheres e também é indicação que deseja maior participação das mulheres na Afago. Convida as senhoras: Adélia Anis Rayes de Souza, Ana Angélica Chaves Zanhar e Lucíola Gomes Rocha, representada por Ana Maria Gama Chaves. Antes de encerrar a reunião o presidente convida ao Diretor Geraldo Augusto a apresentar os convidados para um recital. E acompanhou a comissão de senhoras à residência de doutor Waldir.

A Afago fez a reunião de assembléia e ao mesmo tempo a reunião de congraçamento, então, cada um pode trabalhar e se divertir ao mesmo tempo. Eu não! Era vice na administração antiga, substituindo o presidente que estava ausente. Era o presidente eleito, tendo que presidir a assembléia do inicio ao fim. Agora, reunião encerrada, placa entregue ao dr. Waldir, vou começar o meu congraçamento. Cerveja no copo, grupo de ouvintes na frente da mesa, começa a descontração. Alguns dos meus amigos já me disseram; a Afago não vai pra frente, a comunidade não quer fazer a integração, cada um está pensando em si mesmo. Dias atrás, estava pensando que a Afago ainda não tinha queimado todos os cartuchos. Nós já fizemos questionários, já tentamos comunicação por meios tradicionais e meios eletrônicos, já distribuímos boletim informativo, já fizemos o site www.gouveia .org.br Lembrei-me que estava no meu computador um arquivo de mala direta, antigo, da prefeitura de Gouveia. Pedi a dois amigos: Moreira e Adilson para conferir os nomes e indicar aqueles que já foram para o céu. Dos restantes, eliminei os que não residiam na RMBH. Mesmo assim, ainda tinha 260 endereços. Pensei! Está desatualizado, porque não foram introduzidos endereços novos, mas as pessoas não mudam de residência com tanta freqüência, portanto, muitos deles devem estar corretos. Fiz a carta, bonita carta! Levei à agencia de correios. A funcionária me falou: se o senhor colocar-se como remetente pagará $0,70 por unidade, em nome da Afago – pessoa jurídica pagará $1,10. E eu disse a ela: em nome da Afago, muitos não vão abrir a correspondência. Em meu nome vão pensar que estou pedindo votos ou dinheiro e a carta vai fechada para o lixo. Mas no fundo eu acreditava que se conseguisse 15% de 260 dobraria o número de associados da Afago. Vamos cruzar os dedos e ir em frente! No domingo, 27 de março: cinco pessoas atenderam ao convite e compareceram ao encontro. Frustrante! Decepcionante! Mas, só no primeiro momento. Eu sou otimista incurável e depois de conversar com cada um dos cinco pensei: valeu a pena!

Com duas filhas e um netinho, feliz de ter encontrado os gouveianos, ali estava
A veneranda D. Maria da Assunção Loyola. Falei muito pouco com ela, mas observei que estava sendo cuidada pelo grupo familiar do diretor Geraldo Augusto. meu sobrinho, enriquecendo a represenação de Camilinho. é Nono Machado esculpido em carrara e Finalmente,
Além dos cinco, devo citar outros casos que me levam a pensar que vale a pena lutar para integração da comunidade gouveiana: A senhora Geralda Antônia de Araújo que despenca de Sete Lagoas para prestigiar a Afago, Gil Martins vem de Mateus Leme. De Belo Horizonte, Vladson Bechara de Miranda, jovem e brilhante advogado, acompanhado da esposa Andrea e da filha Alice, com apenas seis meses. Nunca esteve em Gouveia, mas veio nos prestigiar, atendendo ao convite do paizão Milton Miranda. Raquel Luiza a premiada poeta de Gouveia.
Tenho ainda alguma coisa para falar aos meus tolerantes ouvintes, do lado oposto da mesa. O desenvolvimento de Gouveia depende dos filhos de Gouveia e somente eles podem fazê-lo. O Estado tem uma política de atendimento regionalizado, nunca vai fazer grandes obras, de atendimento à população, em Gouveia, porque Gouveia não é uma cidade pólo. A poupança externa, isto é, o grande empresário, não gouveiano, não vai instalar uma grande planta industrial em Gouveia, porque Gouveia não oferece atrativos para tal. Então a cidade não tem com quem contar, a não ser com seus próprios filhos. Agora, encontra-se gouveianos que emigram de Gouveia à procura de melhores oportunidades e lançam a culpa na cidade que não lhes ofereceu o que queriam. Eu, então, pergunto: O que é Gouveia? São as ruas, avenidas, becos e praças, são as casas residenciais, as igrejas, as estradas e as pontes? Não! Gouveia é o povo, é a população! Como é que pode acusar a população se você é parte dela? Se lá não tem oportunidades é porque você também não contribuiu para que houvesse oportunidades. Por que não nos juntarmos todos, deixando as picuinhas de lado, as raivazinhas bestas, e colocar a mão na massa em beneficio do desenvolvimento do nosso município? Dizendo isto, me despeço e recolho-me à minha residência, onde vejo e-mails e a página de mensagens do sitio da Afago, já é um vicio. Encontro, no primeiro, um agradecimento da professora Conceição pelo publicação de suas poesias no boletim informativo e na segunda mensagem de Reginaldo falando da sua satisfação em ver matéria no site da Afago e reclamando falta de informação sobre Ribeirão de Areia. Ele quer ser associado da Afago e está escrevendo sobre Ribeirão de Areia. Então, vou dormir pensando que vale a pena e que vamos conseguir a integração da comunidade arredia

As fotografias dos paineis a seguir foram produzidas por Adélia de Souza e Ana Maria Gama Chaves
As fotos aéreas são cópias do documento Diagnóstico do Plano Diretor de Gouveia

Painel I



Aponte a foto c/ mouse

Painel II



Aponte a foto c/ mouse

Painel III



Aponte a foto c/ mouse